quarta-feira, maio 30, 2007

Engenharia de Energia

A civilização contemporânea só conseguiu alcançar o atual grau de evolução à custa do desenvolvimento crescente de sua capacidade de apropriação e do uso de energia para suportar o desenvolvimento tecnológico.

No entanto, a escassez gradativa das fontes clássicas de energia e a elevação crescente da demanda energética, provocadas pelas atividades humanas, fazem emergir a necessidade de um novo perfil de engenheiro. Um profissional capacitado a trabalhar, de forma ampla e abrangente, com as variadas fontes de energia, os meios de exploração dessa energia, as formas de sua distribuição até os locais de uso e os meios de seu uso na realização das atividades de interesse socioeconômico.

O engenheiro de energia poderá trabalhar em instituições governamentais; empresas de energia; empresas de engenharia; centros de pesquisa; e nos diversos setores econômicos, tais como agroindústrias, indústrias extrativas e de transformação; setor comercial e de serviços; em atividades relacionadas a tecnologias de conversão energética; planejamento energético; alternativas energéticas; gestão de sistemas energéticos; economia e racionalização de energia; produção, distribuição e uso da energia; política energética; meio ambiente, agenda 21 e desenvolvimento sustentável.

Campos de Pesquisa

Prospecção de alternativas energéticas.Sustentabilidade.Eficiência energética.

DICAS DE LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS

Ao ler o texto, você deve proceder da seguinte forma para alcançar o máximo desempenho:
1º- fazer a leitura de todo o texto, procurando reconhecer o gênero textual (ver a seguir dicas de gêneros textuais);
2º- fazer a leitura de todo o texto, determinando a intenção textual, a tese (se dissertação), o ponto de vista (se artigo de opinião), os tópicos frasais e as palavras chaves de cada parágrafo, marcando ou escrevendo-os ao lado, se possível;
3º- fazer a leitura de todo o texto, identificando os articuladores argumentativos (conectivos) e a estratégia de argumentação, desenvolvida pelo autor ao longo do texto.

Nenhum comentário: