segunda-feira, junho 18, 2007

Turbinando o XP

Para desinstalar o Windows Messenger
1) Iniciar > Executar, lá digite (sem as aspas):

RunDll32 advpack.dll,LaunchINFSection %windir%\INF\msmsgs.inf,BLC.Remove

2) Iniciar/ executar / digite gpedit.msc

Vá em Configurações do usuário/ modelos administrativos/ componentes do Windows/ Windows Messenger.

Na coluna da direita aparecem duas opções, dê dois cliques em cada uma delas e escolha a opção ativado. Assim o Windows Messenger não voltará mais.


Boot bem mais rápido

A cada boot o XP cria novos parâmetros que são guardados dentro do diretório Perfetch, na sua pasta Windows. Acontece que a presença de parâmetros antigos nesta pasta compromete assustadoramente o desempenho do boot.

1. Vá no Bloco de Notas.

2. Digite "del c:\windows\prefetch\ntosboot-*.* /q" (sem as aspas, evidentemente)

3. Salve este arquivo com o nome ntosboot.bat (o nome fica seu critério) na raiz.

4. Execute o gpedit.msc

5. Vá em Configurações do Computador, e depois em Configurações do Windows. Do lado direito da tela clique no item Scripts (Inicialização/Encerramento).

6. Clique duas vezes em Desligar.

7. Na janela que se abre clique em adicionar e depois procurar.

8. Encontre e selecione o arquivo que você criou lá em cima, no caso o ntosboot.bat . Depois reinicie e veja se melhorou algo!

Acelerando o PC ainda mais

1. Clique em Iniciar;

2. Executar;

3. Digite system.ini e aperte ok;

4. Copie essa linha abaixo:

32BitDiskAccess=on
32BitFileAccess=on
DMABufferSize=64
MinSPs=16
PageBuffers=32
ConservativeSwapfileUsage=1

5. Cole embaixo da inscrição [386enh];

6. Não deixe espaços entre as linhas!;

7. Agora é só reiniciar e pronto.

Removendo Programas

Abra o regedit e localize a chave

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\MICROSOFT\WINDOWS\CURRENTVERSION\UNINSTALL. Eles estão ali.


Elimine arquivos temporários

Muitos arquivos temporários (com extensão .tmp) são criados na pasta

c:\Windows\Temp e C:\Documents and Settings\usuário. Você pode deletar

todos eles periodicamente.

Nenhum comentário: